Ir para o maneta.

Ir para o maneta. - significa estragar-se; desaparecer; morrer.
ORIGEM: Conta-se que na época da invasão de Portugal por parte dos franceses, um general, chamado Loison, tinha perdido um braço numa das batalhas anteriores. Ele era o responsável pelas torturas aos presos e tinha, inclusivamente, causado várias mortes.
Por ser tão terrível nas torturas que executava surgiu um medo popular do general Loison. Mas ninguém o tratava por esse nome. Chamavam-lhe o maneta.
Quando havia o perigo de se ser capturado ouvia-se logo o conselho: "Tem cuidado, que ainda vais para o maneta".
Duzentos anos depois ainda a expressão é, habitualmente, utilizada.