ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS

 
 
*ORAÇÕES COORDENADAS*
 
1- Orações coordenadas copulativas

Exprimem a simples adição de orações. Podem ser introduzidas por:
- Conjunções: e; nem, também.
- Locuções: não só...mas também; tanto...como; não só...como também.

 

Ex: Chove e troveja.


2- Orações coordenadas adversativas
Indicam oposição ao que se disse anteriormente. Podem ser introduzidas por:
- Conjunções: mas; porém; todavia; contudo.
- Locuções: no entanto; apesar disso; ainda assim; não obstante.

 

Ex: A avestruz tem asas, mas não voa.


3- Orações coordenadas conclusivas
Indicam uma conclusão tirada do que se disse anteriormente. Podem ser introduzidas por:
- Conjunções: pois; portanto; logo.
- Locuções: por consequência; por conseguinte; pelo que, por isso

 

Ex: A terra está molhada, logo choveu.


4- Orações coordenadas disjuntivas
Exprimem alternância, distinção ou contraste. Podem ser introduzidas por:
- Conjunções: ou (repetido ou não).
- Locuções: ora...ora; quer...quer; seja...seja; seja...ou; já...já; nem...nem.

 

Ex: Ora chove ora faz sol.
 
 
*ORAÇÕES SUBORDINADAS*


1- Orações subordinadas temporais
Expressam a ideia de tempo. Podem ser introduzidas por:
- Conjunções: quando; enquanto;
- Locuções: logo que; depois que; desde que;

 

Ex.: Ele chamou o elevador quando eu fechei a porta.



2- Orações subordinadas causais
Expressam a ideia de causa ou o motivo. Podem ser introduzidas por:
- Conjunções: porque; pois; como;
- Locuções: visto que; pois que; por causa de;

 

Ex.: Não vou sair, porque está a chover.



3- Orações subordinadas finais
Expressam ideia de fim (objectivo). Podem ser introduzidas por:
- Conjunções: para (= para que);
- Locuções: para que; a fim de que;

 

Ex.: Estudem, para que passem de ano.



4- Orações subordinadas condicionais
Expressam uma condição ou hipótese. Podem ser introduzidas por:
- Conjunções: se;
- Locuções: salvo se; excepto se; a não ser que;

 

Ex.: Se estudares tens o teu futuro garantido.